Imóveis para
Venda
Casa
Leilão
Terreno
Apartamento
Imóvel Comercial
 
  Imóveis para
Aluguel
Casa
Terreno
Apartamento
Imóvel Comercial
 
  Imóveis para
Temporada
Casa
Apartamento
 
PERGUNTAS FREQUENTES
LEILÕES JUDICIAIS
IMÓVEIS DA CAIXA
IMÓVEIS DE BANCOS
Notícias
Parceiros
 Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
9718 Repita ao lado:
Notícias
 
10/05/2013
Educação Financeira
O que aprendemos no caminho? 10 dicas para quem deseja investir.
 

Rodrigo Benício e sua Equipe prepararam essa matéria especialmente para você, que já investe em imóveis ou deseja fazer isso com segurança e tranqüilidade. Decidimos compartilhar um pouco do que aprendemos ao longo de nossa trajetória. Dicas simples que fazem muita diferença...
 
(1)     Informe-se para construir uma “inteligência” de investimentos em imóveis: leilões, concorrências públicas, vendas diretas, Construção Civil etc.
 
Certa vez conversando com um cliente, muito inteligente, diga-se de passagem, ele nos disse após 40min ao telefone: “Bem, ficou tudo muito claro para mim! Vou buscar mais informações para ficar mais “inteligente” e podermos conversar melhor. Achamos essa percepção do cliente incrível!

Se você deseja investir em algo novo ou que não tenha muito conhecimento, dedique um pouco de tempo a conhecer o mercado e sua dinâmica. Você vai se sentir melhor e mais à vontade fazendo isso.
 
(2)     Você sempre paga o preço por suas escolhas.
 
Vários clientes nos relatam experiências ruins por terem assumido o risco por maus relacionamentos, o que representou perda de tempo e custos desnecessários, muitas das vezes, expressivos.

Se escolher bem seus especialistas (assessores ou consultores) de investimentos você pagará “uma só vez”. Quem escolhe mal paga mais de uma vez pelo mesmo serviço.

Significa dizer que você deve ser diligente ao selecionar os profissionais que irão lhe assessorar para que não se surpreenda negativamente.
 
(3)     Bons relacionamentos são essenciais para os negócios.

Aprendemos muito no caminho e uma coisa marcou Rodrigo Benício, dito por um de seus clientes, que foi mais ou menos o seguinte:
“Se você deseja fazer bons negócios invista em pessoas e não em coisas. Foque os relacionamentos!” (não informamos o autor por uma questão de sigilo e ética profissional).
Essa citação do cliente gerou uma profunda reflexão acerca do que aquilo representava exatamente. Chegamos a conclusão de que para que se consiga boas oportunidades é preciso ter uma equipe “azeitada”, “redonda”, com uma visão diferenciada. Ou seja, o que você não consegue enxergar outros conseguem, identifique esses “visionários” e estabeleça uma relação de longo prazo.
 
(4)     A importância da parceria.
 
O que é parceria para você? Como você deve ter percebido gostamos de ilustrar nossas opiniões a partir de momentos que para nós tiveram alguma importância e provocaram mudanças para melhor. Seguindo...

A vida é feita de experiências, então se permita ter contato com pessoas interessantes, que tenham grande valor agregado e representem a construção de conhecimento útil. Conhecimento sem utilidade, com o passar do tempo, se perde, portanto busque momentos marcantes e trabalhe sua memória de longa duração, é o que diz a Neurociência.

Certa vez um cliente começou a falar de parceria conosco e, em determinado momento, dado o bom clima da conversa, expusemos nossa opinião, a saber:
Entendemos que parceria só existe quando as pessoas têm interesses individuais que geram uma aproximação pela necessidade de realizar projetos e por isso celebram contratos. As pessoas se “usam” mutuamente para conseguir avançar, você não conseguirá ir muito longe sozinho, tenha certeza. Somos interdependentes!

Há de se buscar manter um equilíbrio nessa relação, os dois tem que ganhar, se um explora o outro o “divórcio” é certo no mundo dos negócios. É dando que se recebe, pratique o jogo do ganha-ganha, onde todos ganham. Enquanto ambos enxergarem vantagem na manutenção da parceria ela subsistirá, seja flexível, avalie o todo e não apenas uma parte.
 
(5)     Aquele que se diz especialista deve usar seu conhecimento para a sua vida também.
 
Compartilharemos, nesse momento, uma experiência de vida com você. Em leituras e experiências sobre investimentos, nos demos conta que as pessoas, em geral, contratam consultores de investimentos sem conhecê-los. Parece sem sentido? Isso acontece o tempo todo. Analisemos um exemplo:

Quando você vai a uma agência bancária, por exemplo, e deseja aplicar seu dinheiro existe um consultor de investimentos que lhe atende. Alguma vez você perguntou o que esse consultor fazia com seu próprio dinheiro? Qual era o patrimônio desse consultor? Solicitou um histórico de rendimentos de investimentos do dinheiro do próprio consultor?

Aquele que “aconselha”, melhor dizendo, assessora clientes em investimentos específicos tem que acreditar no que está dizendo. Para se certificar de que a pessoa acredita no que diz, verifique se suas ações condizem com suas palavras. Fique atento!
 
(6)     Como saber se o profissional tem know-how no que se propõe a fazer?
 
Se o profissional não lhe foi indicado por um amigo, busque evidências de que ele atua permanentemente no mercado. Investigue o profissional ou escritório especializado que pretenda contratar!

No caso específico de investimentos imobiliários busque identificar quem faça isso profissionalmente e com regularidade.
 
(7)     Transparência e confiança são muito importantes
 
Para aquisições imobiliárias em leilão judicial, extrajudicial, imóveis adjudicados ou de retomada e assemelhados, recomenda-se fortemente a contratação de advogado, sem o qual a probabilidade de insucesso aumenta consideravelmente. A grosso modo, é como dar um tiro no escuro ou andar de olhos vendados!

Se você tem um advogado e confia nele, prossiga! Se desejar atuar em um ramo que pouco conhece, certifique-se que seu advogado tem essa vivência ou avalie se ele é capaz de assimilar rapidamente, tudo o que for necessário, sem lhe gerar riscos financeiros consideráveis até que esteja “maduro” o suficiente.

Desconfie de quem diz que tudo faz e tudo sabe... Impossível atuar bem e sozinho em todas as frentes! Caso pretenda fazer isso conte com um time de pessoas com habilidades complementares. Isso maximiza suas possibilidades de sucesso.
 
(8)     Não tenha medo de errar. Aprenda com os erros!
 
Muitas pessoas paralisam-se pelo medo de errar e com isso deixam de ter experiências grandiosas. Perceba o quanto antes que os erros lhe permitem um grande aprendizado o que fará que acerte da próxima vez e, assim, se permitindo errar na justa medida, você com o tempo, tende a acertar mais e construir conhecimento prático que lhe será próprio.

Muito provavelmente, em pouco tempo, você mesmo será capaz de enxergar facilmente o quanto cresceu e ganhou com essa mudança de atitude. Habilidades são construídas com o exercício regular do ofício. Não menospreze a necessidade de treinar!

Não seja conduzido pela emoção nos negócios, controle a ansiedade, aja pautado pela razão e na dúvida siga sua intuição, ela não costuma falhar.
 
(9)     Escolha uma boa fonte de informações.
 
Para investir você tem que possuir fontes de informação confiáveis e atualizadas. Selecione e seja fiel àqueles que lhe oferecem conteúdo único e útil, valorize esse trabalho e quem o realiza.

Informação qualificada é essencial a quem pretende atuar em nichos de mercado que, por serem pouco visíveis ou desconhecidos pela maioria, são exclusivos. Isso lhe garante vantagem competitiva e uma boa margem de lucro em suas operações.
 
(10)  Entenda o valor do Risco Jurídico.
 
Investidores profissionais estão acostumados a ter um time de especialistas para ajudá-los a tomar decisões. Os mais habituados a investir já se deram conta que conhecimento faz toda diferença...

Você pode ter todas as informações e não conseguir interpretá-las, isso é normal, afinal não é possível saber tudo. O risco jurídico – Parecer Técnico-Jurídico – quando bem feito lhe permite transformar uma gama de informações em algo útil, ou seja, sabedor do contexto da operação você é capaz de compreendê-la e avaliar as relações “risco x oportunidade” e “custo x benefício”.
 


Dito isso, esperamos que tenhamos contribuído positivamente para sua Educação Financeira. Desejamos a todos muito sucesso e prosperidade.
 
Abraços,
 
Rodrigo Benício e Equipe


Saiba mais e saia na frente com RBBroker.

 
 
 
Fonte: www.rodrigobenicio.com.br
Outras Notícias
30
03
Quer vender seu imóvel? Saiba como conseguir um bom valor por ele
[+] saiba mais
24
04
"Morre lentamente a empresa que não muda", diz Kohlrieser
[+] saiba mais
25
04
Investidor deve questionar seus investimentos em fundos de previdência e poupança
[+] saiba mais
29
04
BB lança linhas de financiamento imobiliário com recursos do FGTS
[+] saiba mais
03
06
Imóvel que pertencia a fraudadora do INSS é arrematado por R$ 5,6 milhões
[+] saiba mais
08
06
Dúvidas sobre leilões de imóveis
[+] saiba mais
21
06
PGM publica lista de imóveis indicados a leilão para pagamento de dívidas com a Prefeitura
[+] saiba mais
15
07
Dinheiro é uma invenção...
[+] saiba mais
16
08
Consórcio ou Financiamento? Imóvel próprio ou alugado? Muitas perguntas, muitas opções e oportunidades...
[+] saiba mais
24
08
Projeto Porto Maravilha
[+] saiba mais
 
Voltar
Quem Somos | Pesquisa Completa | Cadastre seu Imóvel | Notícias | Parceiros | Fale Conosco
   


 

Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias